Roteiro de 7 dias em Maceió

A primeira vez que estive em Maceió foi durante uma viagem de cruzeiro, passei apenas um dia na cidade e já foi o bastante para me apaixonar pelo local. Lembro que fiquei fascinada ao chegar e me deparar com aquele mar clarinho e de cor tão deslumbrante. Decidi naquele instante que voltaria ali para conhecer melhor Maceió. Somente 4 anos depois consegui voltar para passar uma semana e aproveitar bastante daquele pedacinho do paraíso.

Fui com a Géssica, uma amiga querida e ótima companheira de viagens. Depois de algumas pesquisas, conseguimos um excelente pacote com a agência Flytour na cidade onde eu morava, Juiz de Fora. Dessa forma, nosso pacote incluía passagens aéreas, traslados, hospedagens com café da manhã e ainda optamos por 5 passeios à lugares que gostaríamos de visitar. 

Portanto, a vantagem de termos comprado esses passeios foi a comodidade de um micro-ônibus com ar condicionado nos buscando no hotel e um guia nos explicando tudo sobre a cidade.

Maceió é capital do estado de Alagoas, faz parte do Nordeste brasileiro, uma região muito rica em história, beleza e cultura. Fomos em setembro, o tempo estava perfeito e indico esse período para quem quer passear por lá numa fase sem muita aglomeração. Mas, vamos ao que interessa não é mesmo?!

Hospedagem em Maceió

Nos hospedamos no Hotel Marinas Maceió, com excelente localização na praia de Jatiúca. Além disso, gostamos muito do atendimento, da limpeza e da organização do hotel. Entre outras coisas, eles oferecem piscina, estacionamento gratuito e um ótimo café da manhã. O pessoal da recepção nos deu dicas de lugares para aproveitarmos a noite na cidade.

Vista do hotel Marinas Maceió
Vista do nosso quarto do hotel

Nosso Roteiro

Dia 1 – Ida e chegada em Maceió (Voo e traslado até o hotel)

Nosso voo saiu num sábado às 10h45 do aeroporto internacional Antônio Carlos Jobim (Galeão) no Rio de Janeiro. Chegamos por volta de 13h30 ao aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares, onde havia um senhor levantando uma plaquinha com o nome da agência de viagem que contratamos o pacote. Cofesso que adorei essa comodidade, em seguida ele nos levou ao hotel. A distância entre o aeroporto e a praia Jatiúca onde nos hospedamos é de 24 km. 

Fizemos o check-in e antes de mais nada só deixamos nossa mala no quarto e saímos para almoçar. Fomos ao Parmegianno Jatiúca, um ótimo restaurante próximo ao hotel, com excelentes opções. Gostei muito do atendimento, do ambiente e da comida que estava bem saborosa. 

Normalmente não gosto de programar nada no primeiro e nem no último dia da viagem, pois imprevistos acontecem, a viagem pode ser cansativa e assim acabamos ganhando tempo livre. Após o almoço aproveitamos para descansar, pois, havíamos saído de Juiz de Fora na noite anterior.

A noite só demos uma volta pela praia, tomamos açaí num quiosque e voltamos para o hotel pois acordaríamos cedo no outro dia. Aliás, isso é um fato interessante, como o dia lá amanhece bem cedo, a maioria dos passeios que contratamos iniciavam entre 5h e 6h da manhã.

Dia 2 – Centro de Maceió, Mirante São Gonçalo e Praia do Francês

Nesse dia fomos conhecer a parte central de Maceió. Nesse meio tempo o guia nos contou sobre a cidade e a importância histórica de vários pontos turísticos, museus e monumentos como os em homenagem aos ex-presidentes Floriano Peixoto e Marechal Deodoro, nascidos em Alagoas. A arquitetura linda, prédios com cores em tons pastéis que torna o local ainda mais charmoso.

Mirante São Gonçalo

Em seguida nos levaram ao Mirante São Gonçalo, tem uma vista muito bonita do porto, ficamos pouco tempo por lá, só uns 25 min.

Como nem tudo é perfeito, havia muitos vendedores ambulantes um pouco sem noção, já colocando pulseiras e acessórios em nós, mesmo com a gente dizendo que não queria. Só não nos assustamos muito pois estávamos em grupo e o guia já havia nos alertado sobre isso.

Contudo, para evitarmos mais aborrecimentos, acabamos levando na brincadeira e compramos as pulseiras e algumas sementes de Piriquiti. Conforme a tradição local: se você pegar 6 sementes de Piriquiti, deve guardar três e jogar três por cima dos ombros fazendo um pedido por cada semente jogada. Se nenhum pedido for atendido, ao menos você terá sorte!

Mirante São Gonçalo em Maceió
Jogando sementes de Piriquiti no Mirante São Gonçalo

Portanto, se for ao Mirante, sugiro que fique atento, pois os vendedores ambulantes são bem insistentes e chegam a ser desagradáveis. De fato, esse foi o único momento meio chato que houve em Maceió, de resto, tudo lindo!

Praia do Francês

Em seguida fomos para a Praia do Francês, localizada na cidade de Marechal Deodoro. Essa foi a praia mais movimentada na qual estivemos em Maceió, com uma infraestrutura muito boa, almoçamos e passamos o restante do dia ali, curtindo o mar naquela praia linda.

Praia do Francês

Depois que aproveitamos a tarde toda na praia, paramos para conhecer a feira de artesanato de Pajuçara. Lá encontramos uma imensa gama de produtos locais com qualidade e preços variados.

Dica:

Se estiver com intenção de comprar, dê uma olhada geral antes de escolher o local de sua compra, pois vimos os mesmos produtos por valores bem diferentes.

A noite fomos ao show de forró no Maikai, um bar que o pessoal da recepção do hotel nos indicou e adoramos.

Bar Maikai em Maceió

Dia 3 – Praia e Falésias do Gunga

No terceiro dia saímos bem cedo, paramos um pouco no município de Barra de São Miguel e logo depois seguimos para a Praia do Gunga, um lugar maravilhoso. Lá optamos pelo passeio de buggy para conhecermos as Falésias do Gunga. Sem dúvida foi uma excelente escolha, o passeio é maravilhoso! Além do colorido encantador das falésias, curtimos um pouco do rio onde vendiam vários tipos de argila, com propriedades cicatrizantes e anti-inflamatórias, indicadas para saúde, beleza e bem-estar.

Falésias do Gunga - Maceió, Alagoas
Falésias do Gunga

Todavia vale destacar as paisagens encantadoras, como o coqueiral que há no caminho. Em seguida aproveitamos o resto do dia na praia e voltamos para o hotel no finalzinho de tarde. 

Praia do Gunga, Maceió - Alagoas
Praia do Gunga

A noite paramos em um bar na orla de Jatiúca e pedimos uma porção de camarão que estava uma delícia.

Dia 4 – Hibiscus Beach Club

No quarto dia o passeio foi para o Hibiscus Beach Club, localizado na praia de Ipioca, havíamos optado pelo Day Use e foi uma excelente escolha. Visto que curtimos a praia de uma forma bem especial, eles têm uma estrutura incrível, o ambiente é agradável, conforto e requinte garantidos. 

Pelo que vi no site deles, atualmente (Março de 2021) o valor do Day Use está R$55,00. Mas, caso tenha interesse de ir algum dia, verifique as condições e valores atualizados no site deles.

Praia de Ipioca, Maceió
Praia de Ipioca – Hibiscus Beach Club

Na volta paramos na Casa Nordeste, onde degustamos diversos produtos regionais que são uma verdadeira tentação. Nesse local os valores são um pouco mais altos que no centro da cidade e nas feirinhas que vimos, mas a qualidade é mesmo excelente.

A noite só passeamos pela orla até Ponta Verde, tomamos um açaí e voltamos para o hotel, pois o dia foi ótimo, mas cansativo.

Dia 5 – Foz do rio São Francisco

No quinto dia fizemos o passeio à Foz do rio São Francisco. Fomos de micro-ônibus até Piaçabuçu que fica à 140 km de Maceió. De lá tomamos um catamarã e navegamos pelo rio São Francisco. Foi surreal ver o encontro do “Velho Chico” com o mar, que lugar lindo! Em outras palavras, se for a Maceió: Faça esse passeio que é maravilhoso e surpreendente.

Assim, como esse foi um dos passeios que mais gostei e além de ter sido divertido foi recheado de história e curiosidades, falarei especialmente dele num post à parte e darei mais detalhes.

Rio São Francisco e Dunas Douradas de Piaçabuçu

A noite voltamos ao bar e danceteria Maikai porque havia uma apresentação de danças típicas e ainda aproveitamos para dançar mais um pouco de forró. Um ônibus do bar nos buscou e levou ao hotel, achei isso excelente.

Me esbaldando no forró de Maceió

Dia 6 – Praias de Jatiúca, Ponta Verde e Pajuçara

Tiramos o sexto dia para curtirmos as praias de Jatiúca, Ponta Verde e Pajuçara. Todas com boa infraestrutura, vários quiosques e restaurantes para todos os bolsos. Fizemos passeio de triciclo entre as praias, depois resolvemos passear de jangada. Compramos na hora e foi bem tranquilo pois eles são ótimos para negociar os preços, portanto nos divertimos muito sem gastar horrores.

Praia de Jatiúca

Como foi a praia onde ficamos hospedadas, acabamos aproveitando mais os bares, quiosques e restaurantes dali, afinal as opções era, excelentes. Além da orla ser linda para passeio, é possível alugar bicicletas e triciclos que podem ser devolvidos ali mesmo ou no posto da praia de Pajuçara. Só não entramos no mar em Jatiúca, soube que essa parte é mais agitada e por isso a preferida dos turistas.

Praia da Jatiúca

Praia de Ponta Verde

Essa praia maravilhosa fica entre as praias de Jatiúca e Pajuçara. Nela, além de quiosques e desse marzão lindo, vimos o Farol, as piscinas naturais (que na foto abaixo estava com a maré baixa), o totem que virou ponto turístico: “Eu Amo Maceió” e a escultura em homenagem ao Aurélio Buarque de Holanda com seu dicionário que tanto me ajudou nessa vida. Soube que a escultura foi colocada ali por ser o local onde ele costumava passear com Dona Marina, sua esposa.

Praia de Ponta Verde

Praia de Pajuçara

O passeio de jangada foi bem agradável, era final de tarde e o Senhor que nos levou era bem divertido e atencioso. Parou num local de piscinas naturais onde foi possível relaxar, tirar fotos e disfrutar daquele local mágico.

Na volta aproveitamos para conhecer mais dessas praias, caminhamos pela orla, tiramos muitas fotos. Achei linda a escultura em homenagem ao Graciliano Ramos, colocada propositalmente nesse ponto por ser o local onde o escritor costumava caminhar quando morava nesse bairro. Depois voltamos à feirinha de artesanato em Pajuçara para comprar souvenir e acessórios.

Praia de Pajuçara

A noite fomos ao restaurante Bodega do Sertão, uma excelente opção para quem quer experimentar os pratos típicos nordestinos e sentir-se ainda mais inserido nessa cultura incrível. O atendimento e a arquitetura deles são um diferencial, mas a qualidade da comida também estava impecável. Eles tem um sistema de buffet com fogão a lenha onde você encontrará a famosa carne de sol com nata, galinha à cabidela, arroz com queijo coalho, feijão tropeiro, baião de dois, cuscuz, tapioca e outras delicias da gastronomia regional, além de sobremesas deliciosas. Localizado no bairro Jatiúca, amei esse restaurante e super indico!

Dia 7 – Maragogi

No sétimo dia fomos para Maragogi e escolhemos o passeio de barco e mergulho com fotos. O ponto de apoio foi o hotel Crôa Mares, localizado na praia de Peroba, tem uma estrutura bem legal com espreguiçadeiras, redes, duchas, banheiros limpos, bar e buffet self service. Passamos boa parte do dia ali e foi bem agradável. Maragogi é mesmo surreal, fiquei encantada com tamanha beleza! 

Maragogi
Maragogi

Galés de Maragogi

O passeio de barco primeiro foi até as galés, famosas piscinas naturais onde fizemos as fotos, treinamos os movimentos e sinais e nos orientaram quanto à forma correta de usarmos o equipamento. O lugar é incrivelmente lindo! Dali seguimos de barco para o mergulho.

Piscinas Naturais Maceió
Galés de Maragogi

Sobre Mergulhar

Mergulhar foi uma experiência sensacional, no início deu um certo medo (ainda mais porque a pessoa aqui não sabe nadar) mas, após mergulhar e ver as maravilhas no fundo do mar a vontade é de permanecer por horas ali, contemplando tanta perfeição. 

Achei bom ter um mergulhador me monitorando o tempo todo, algumas pessoas reclamam disso, mas eu me senti mais segura dessa forma. Ao todo o passeio de barco com as paradas e o mergulho deve ter durado umas 3 horas. 

Mergulho em Maragogi
Mergulho em Maragogi

Como fui há 5 anos, não adianta mencionar os valores que paguei, afinal estariam bem desatualizados. Mas, vale lembrar que tudo é cobrado de forma separada, o passeio de barco tem um valor, o mergulho tem outro e o CD com as fotos outro valor. Isso porque algumas pessoas optam somente por mergulhar e não querem as fotos, outras optam apenas pelo passeio até as piscinas naturais, onde ficam curtindo aula de hidroginástica até a volta do barco com quem optou por mergulhar. Enfim, você terá várias opções!

Voltamos para o hotel Crôa Mares, almoçamos e curtimos o restante do dia em Maragogi.

A noite paramos num quiosque na praia da Jatiúca, pedimos uma porção de camarão e também experimentamos um delicioso acarajé antes de voltarmos para o hotel.

Dica:

Alguns passeios dependem da maré, por exemplo: Durante a maré alta não é possível aproveitar as piscinas naturais em Maragogi, o ideal é consultar a Tábua das Marés no site da Marinha do Brasil e se informar de acordo com o passeio que deseja fazer, qual a melhor data para viajar.

Dia 8 – Praia de Jatiúca e retorno

No oitavo e último dia de viagem, aproveitamos a parte da manhã na piscina do hotel, demos mais uma volta pela praia, conhecemos um outro lado da praia de Jatiúca onde há uma lagoa bem bonita e fomos para o aeroporto à tarde.

Praia de Jatiúca em Maceió

Sobre a viagem à Maceió

Foram dias incríveis, passaria fácil mais uma semana ali. Vale lembrar que fomos no mês de setembro, uma ótima época para conhecer Maceió. Além disso, como falei antes, lá o dia amanhece bem cedo e à partir das 5h da manhã já é possível sair e aproveitar bastante cada instante. Se ainda não conhece, inclua Maceió em seus planos de viagem que com certeza você vai amar!

Ao escrever sobre essa viagem minha vontade de voltar à Maceió aumentou, até porque ainda tem alguns lugares que eu gostaria de conhecer por lá, como Porto de Galinhas e São Miguel dos Milagres, que dizem ser lindos.

Espero que tenha gostado! Deixe seu comentário sobre o que achou desse post e me conte se já conheceu algum desses lugares ou se tem algum passeio para me indicar por lá.

Saiba que se contratar o seguro viagem, comprar um chip, alugar um carro ou comprar passagens aéreas através dos links aqui do blog você me ajuda a manter o blog com informações gratuitas sobre viagens e ainda pode ganhar desconto.

Bjux e até a próxima!

20 thoughts on “Roteiro de 7 dias em Maceió

    1. Obrigada Patrícia! Fico feliz que tenha gostado, quando você for ao Brasil, insira Maceió no roteiro que vai valer a pena. 😍😘

  1. Amiga, que post completo sobre Maceió! Simplesmente adorei! Já quero voltar pra Alagoas! Eu não conheci a capital por causa da pandemia! Vou ter que voltar

    1. Elizabeth, lindeza! Que bom que gostou, agora que já tem um bom motivo para voltar, Maceió é uma delícia de cidade. 😍😘

  2. Isso sim é um destino completo. Adorei o seu roteiro de 7 dias em Maceio. Mas fala como andam os preços por lá. Abraços

    1. Oi Moisés, que bom que gostou. Então, como eu fui há alguns anos, os valores estariam desatualizados, por isso não mencionei. Mas coloquei os links dos sites de alguns lugares que visitei por lá e da pra pesquisar os valores atuais. Realmente não é um destino caro, ao contrário, os preços são bem mais acessíveis que a maioria das capitais do Sudeste por exemplo. Um abraço!

  3. O Alagoas sempre ficará na minha memória como um dos Estados mais lindos do Nordeste! Amei de paixão a capital, Maceió, e também as praias do Gunga, Francês e Maragogi! Ler o seu post me trouxe à tona lindas lembranças! Parabéns pela postagem!!!! Ficou ótima!!!

    1. Oi Alexandra, fico muito feliz que tenha gostado. Realmente o Alagoas é um Estado recheado de beleza, com lugares encantadores. Obrigadaaa!!!

    1. Fico feliz em saber, obrigada Sabrina! Realmente essa região tem vários lugares lindos, também quero voltar mais vezes pois há muito por conhecer. 🥰

  4. Amo Alagoas, um dos melhores destinos pra conhecer no Brasil. Nosso caribe. Pertinho da minha João Pessoa. Conheço Maragogi, Ponta verde, e algumas praias. Amo muito.

    1. Oi Vanessa, deve ser uma maravilha morar nessa região tão linda. Quero muito conhecer João Pessoa, está em minha bucket list!🥰

  5. Eu sou doido pra ir pra Maceió! Queria tanto ir que 7 dias ia ser pouco! Adorei as dicas, vou guardar pra usar. beijos!

    1. Roberto você vai amar conhecer Maceió! Eu também teria ficado mais tempo se pudesse, porque tem muitos lugares lindos para visitar pela região.🥰😘

  6. Que saudade dessa cidade e dessa minha companhia de viagens e aventuras! ❤️

    O post está maravilhoso! A sua descrição detalhada é muito atenciosa.

    1. Minha amiga querida, muitas saudades de você e de nossas viagens. Essa foi mesmo incrível! Fico muito feliz que tenha gostado do post. Obrigada pela ajuda com as fotos que eu havia perdido.🥰😘

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *