10 Pontos turísticos de Sevilha – conheça e se encante com a capital da Andaluzia

Selecionei 10 pontos turísticos de Sevilha que mais me encantaram para indicar a você. Porém há vários outros pontos interessantes em Sevilla, capital da Andaluzia, Comunidade Autónoma que fica no sul da Espanha. Essa é a quarta cidade com maior população do país, possui um rico patrimônio histórico monumental e cultural e atualmente é a terceira capital espanhola que mais recebe turistas nacionais e internacionais. Sem dúvida um dos lugares que mais gostei de conhecer por aqui. As pessoas são calorosas, festeiras e receptivas, me lembraram nosso jeito brasileiro e me senti em casa.

Além disso, me agradou o clima que estava bem quente em plena primavera. Fomos em maio de 2019 e chegamos a pegar 41 oC. Eu adorei, pois quando saímos de Burgos a sensação térmica era de 13 oC e, pode parecer estranho, mas já estava com saudades de sentir calor. Sevilha possui um clima mediterrâneo e tem média anual de 18,5 oC com verões bem calorosos e invernos suaves.

Outra coisa que chama a atenção em Sevilha é sua arquitetura, tanto em edifícios civis quanto em religiosos vemos as características das várias civilizações que já viveram na cidade. Há influencias dos romanos, dos árabes e dos visigodos. Por isso encontramos muitos estilos por lá, entre eles: gótico, mudéjar, renascentista, barroco e neoclássico.

São tantos pontos turísticos interessantes em Sevilha, que fica complicado reduzir somente à 10 deles, mas falarei dos que mais gostei de visitar.

Ponte de Triana sobre o rio Guadalquivir, unindo o centro de Sevilha ao bairro de Triana

Plaza de España 

Com toda certeza foi a praça mais bonita que já visitei na vida, eu ficaria horas por ali, só admirando toda aquela riqueza de detalhes! 

Ao contrário do que muitos pensam, a Plaza de España é antiga, mas nem tanto, ela foi construída entre 1914 e 1929 para a Exposição Ibero-Americana de 1929. 

A praça é rodeada por um edifício que atualmente abriga alguns órgãos do governo e também o Museu Militar Regional, além disso tem um enorme espaço aberto de 31.000m2.

É comum vermos turistas do mundo inteiro fotografando e se encantando com a arquitetura que mistura alguns estilos. Impossível não contemplar as belas pontes, o canal onde se pode fazer passeios românticos de barco, toda a bela decoração de cerâmicas coloridas, as varandas e o chafariz que fica no centro da praça.

Plaza de España, um dos pontos turísticos de Sevilha mais visitado
Plaza de España de Sevilla

Curiosidades sobre a Plaza de España

🔹A obra é do arquiteto Aníbal González e possui uma superfície total de 50.000m2;

🔹Foi projetada em formato semicircular para simbolizar o abraço da Espanha às suas antigas colônias e está voltada para o rio Guadalquivir que direciona o caminho para a América;

🔹As quatro pontes representam as quatro antigas coroas da Espanha: Castilla, León, Aragón e Navarra;

🔹As 48 províncias da Espanha são homenageadas através dos azulejos dispostos em bancos e paredes da praça. Dessa forma, podemos ver mosaicos com os feitos históricos, mapas e escudos de cada província;

🔹Deveria ser 50 bancos, porém quando foram construídos Canárias só tinha uma província, atualmente é dividida em Gran Canária e Tenerife. Além disso, Sevilha não está representada nos bancos como as demais províncias por estar em outros 4 murais da praça;

🔹Há um busto sobre cada um dos 48 bancos representando personagens importantes para a história da Espanha.

🔹Vale mencionar que a Plaza de España já foi cenário de alguns filmes como Lawrence de Arabia (1962), O vento e o Leão (1975), O Ditador (2012), Star Wars Episódio 2: Ataque dos Clones (2002) e também na série Allí Abajo.

Localização

Parque María Luisa – Av. Isabel la Católica, s/n. Sevilla

Como Chegar: Nós fomos caminhando pois era nosso primeiro dia na cidade e aproveitamos para conhecer essa área. Porém, além de Táxi e Uber, você pode ir de ônibus, metrô e bonde.

  • Ônibus: Linhas 1, 3, 6, 30, 31, 34, 37 e 38.
  • Metrô: Linha 1 – Prado de San Sebastian
  • Bonde: Linha T1 – Puerta de Jerez
Parte dos bancos de azulejos e galeria  de um dos pontos turísticos mais encantadores de Sevilha
Bancos de azulejos e galeria de um dos pontos turísticos mais encantadores de Sevilha

Parque de María Luisa

Sou uma eterna apaixonada por parques, esse em especial em estilo romântico é belíssimo e enorme, tanto que é considerado um dos pulmões da cidade. Inaugurado em 1914, seu nome foi uma homenagem à Infanta Maria Luisa Fernanda de Borbón que em 1893 doou à cidade esse espaço, que antes fazia parte dos jardins do palácio San Telmo. 

O parque foi restaurado para a Exposição Ibero-Americana de 1929 e tornou-se o espaço público mais emblemático da cidade, de tal maneira que foi declarado Bem de Interesse Cultural e Patrimônio Histórico da Espanha em 1983.

Dos pontos turísticos de Sevilha que visitei, esse foi o mais romântico. É o lugar ideal para caminhadas, passeios de bicicleta e também para piqueniques, pois trata-se de um grande espaço em meio à natureza com pássaros, lagos com belos cisnes e patos, pontes, fontes, monumentos e belos jardins. 

Em vários pontos há oferta dos tradicionais passeios em carruagens a cavalo, para quem curte esse tipo de passeio, é possível percorrer o parque dessa forma. Além disso, no Parque Maria Luisa estão o Museu de artes e Costumes Populares, o Museu Arqueológico e a Plaza España, que mencionei anteriormente.

Parque María Luisa, um dos pontos turísticos de Sevilha que achei mais romântico
Uma das estátuas do monumento Glorieta de San Diego no início do Parque Maria Luisa

Localização

Paseo de las Delicias, s/n – Sevilla

Como Chegar: Como disse anteriormente, nós fomos caminhando desde pois queríamos conhecer a cidade. Mas, além das opções de Táxi e Uber, você pode ir de ônibus, metrô e bonde. 

  • Ônibus: Linhas 1, 3, 6, 30, 31, 34, 37, A5, A6 e C2.
  • Metrô: Linha 1 – Prado de San Sebastian
  • Bonde: Linta T1 – Puerta de Jerez

Real Alcázar de Sevilla

Se me perguntarem qual dos pontos turísticos de Sevilha que não posso deixar de visitar, eu diria Real Alcázar de Sevilha. Foi o que mais me impressionou! Além de ser um dos palácios ainda utilizados mais antigos do mundo, lá foram gravadas cenas de uma série que gosto muito. Por isso, se quiser saber detalhes sobre esse lugar incrível, veja meu post anterior Real Alcázar de Sevilla, cenário de Game of Thrones.

Um dos pontos turísticos imperdíveis de Sevilha
Pátio das Donzelas, Salão dos Tapetes, Salão dos Embaixadores e Banhos de Dona Maria

Em suma, trata-se de um conjunto de fortificações e o palácio original foi construído na Alta Idade. O local foi declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco em 1987 juntamente com a Catedral, a Giralda e o Arquivo das Índias que mencionarei posteriormente. Atualmente é um dos monumentos mais visitados da Espanha. Além disso, é a residência da família real na cidade.

Há tanta riqueza histórica nesse lugar, tantos detalhes que realmente é difícil descrever. Fora que os palácios Gótico e Mudéjar (ou de Pedro I) possuem beleza estonteante e jardins encantadores. 

Sem dúvidas um ponto imperdível para quem vai à Sevilha!

Localização

Pátio de Banderas, s/n. 41004 – Sevilla (A entrada é pela Puerta del León, bem ao lado da Giralda e da Catedral). 

  • Telefone para informações: +34 955010010 (ou 010 para quem estiver em Sevilla)
Real Alcázar de Sevilha
Jardins vistos do alto da Galeria do Grotesco, Jardim de Tróia, Quarto do Príncipe e Pavilhão Carlos V

Catedral de Sevilha

Seu nome é catedral de Santa Maria da Sede, simplesmente a maior catedral gótica do mundo. Há séculos atrai e encanta turistas do mundo inteiro devido à sua enorme presença e beleza. Um dos pontos turísticos de Sevilha mais visitados.

Há controvérsias quanto a data de sua construção, o que se sabe é que primeiramente no local foi construída uma mesquita a pedido do califa Abú Yuqub Yusuf. Mais tarde, após a reconquista da cidade pelos cristãos em 1248 durante o reinado de Fernando III de Castilla o local passou a ser a catedral de Sevilha. Ao longo dos séculos sofreu diversas modificações e ampliações. O que se diz é que do projeto original da antiga mesquita, apenas a torre (La Giralda) e o pátio das laranjeiras se mantem até os dias atuais. 

Além da arquitetura maravilhosa e de um patrimônio artístico muito rico, nessa catedral estão os restos mortais de importantes monarcas como Fernando III, Alfonso X – O sábio e Pedro I – O Cruel. E, não menos importante, no interior da catedral também está a tumba de Cristóvão Colombo. 

Catedral de Sevilha

Visitação

Com as novas medidas restritivas devido ao momento em que estamos vivendo, o ideal é que confira no site oficial da Catedral os horários e tarifas atualizados. 

O que sei é que há opções de visitas gerais e de visitas guiadas, que incluem os terraços onde se tem uma vista privilegiada da cidade.

Tarifas

  • Entrada Geral: 10 €
  • Reduzida (aposentados e estudantes menores de 25 anos): 5 €
  • Gratuita: Residentes de Sevilla, menos de 14 anos, portadores de necessidades especiais e desempregados. Mediante documentação. 
  • Audioguia (opcional): 5 €

Horários da Entrada Geral

  • De segundas a sábados: 10h45 às 13h30
  • Domingos: 14h30 às 17h

Visitas Guiadas 

  • Tempo estimado: 90 min
  • Entrada Única: 16 € + 1 € de fones de ouvidos descartáveis.

Horários das Visitas Guiadas

  • Segundas e quartas-feiras (Catedral e Giralda): 18h e 20h
  • Sextas-feiras (Terraços): 17h30, 18h, 19h30 e 20h
  • Sábados e domingos (Terraços): 9h30, 10h, 11h30 e 12h.

Localização 

Avenida de la Constitución, s/n. 41001 – Sevilla.

Telefone para contato: +34 902 09 96 92

La Giralda

A famosa torre da catedral, com pouco mais de 100m de altura, símbolo de Sevilla e um dos mais importantes monumentos da cidade e um dos pontos turísticos mais procurados em Sevilha.

Construída em 1184 na época do Califado Almóada como o minarete da mesquita, ou seja, o local onde se anunciavam as orações diárias de forma que fosse ouvida mesmo à grandes distâncias. 

Infelizmente, quando estivemos em Sevilla a Giralda estava em reformas e não foi possível visita-la. Dizem que a vista lá de cima é belíssima.

Dos pontos turísticos de Sevilha, La Giralda é o mais alto e se tornou símbolo da cidade.
Torre de la Giralda vista durante o dia e durante a noite

Curiosidades sobre a Giralda

🔹 Em 1248, Fernando III de Castilla reconquistou Sevilha e rebatizou a torre como “Triunfo da Fé Vitoriosa” e ordenou que modificassem a estrutura da torre para cristianizá-la acrescentando 24 sinos.

🔹 Somente em 1568 foi colocada no topo da torre uma estátua feminina que gira, com cerca de quatro metros de altura e que representa “a fé vitoriosa”. Ela funciona como um cata-vento e foi na época a maior escultura de bronze do Renascimento na Europa. Essa estátua se chama Giraldillo e daí surgiu o nome atual da torre.

🔹 Em 1987 foi declarada Patrimônio Mundial pela UNESCO.

🔹 Para subir a torre não há escadas e sim rampas. São 35 rampas, que segundo a explicação que nos deram lá, foram construídas dessa forma para que o sultão pudesse subir a cavalo e ter uma vista privilegiada da cidade, facilitando também para que o encarregado de convocar os fiéis às orações chegasse ao topo mais rapidamente.   

🔹 A Giralda foi construída com base no modelo de outro minarete que existe em Marrakech desde o ano 1147, torre da Mesquita Kutubiya. 

Localização

Av. de la Constitución, s/n, 41004 Sevilla (ao lado da Catedral)

Torre del Oro

Situada na margem esquerda do rio Guadalquivir em Sevilha. A torre tem 36 metros de altura, sua construção iniciou-se em 1221 com intuito de impedir possíveis invasões feitas à cidade através do rio. 

Em 1369 foi ampliada por ordem do Rei Pedro I, em 1760 passou por outra restauração e em 1931 foi declarada monumento histórico e artístico.

A antiga fortaleza de defesa da cidade teve várias funções ao longo da História, inclusive chegou a ser capela real e presídio de nobres. Desde 1944 abriga o Museu Marítimo onde se pode ver documentos históricos, cartas náuticas, maquetes e instrumentos de navegação. Além disso, se pode admirar o rio e uma parte da cidade através do belo mirante. 

Torre del Oro
Torre del Oro

Há várias teorias que explicam a origem do nome Torre do Ouro. Abaixo as três que mais ouvimos:

  • Seu nome se deve ao brilho dourado que a torre refletia sobre o rio; 
  • O nome é devido ao brilho criado entre os antigos azulejos e os raios de sol;
  • Se deve ao fato de ter sido o local onde o Rei Pedro I guardava seus tesouros. 

Vale a pena mencionar que em 2005 descobriram que o tal revestimento que antes pensavam ser de azulejos, eram na verdade uma mistura de argamassa de cal e palha prensada, daí vinha o tal brilho dourado.

Achei a torre linda, principalmente quando a vi do rio, enquanto fazíamos o passeio de barco.

Torre del Oro visto pelo rio Guadalquivir

Visitação

Horário

  • Segundas a sexta-feiras: 9h30 às 19h. 
  • Sábados e Domingos: 10h30 às 18h45. 
  • Feriados: Não abre.

Valor

  • Adultos: 3 € 
  • Crianças de 6 à 14 anos, estudantes e aposentados: 1,5 €.
  • Audioguía (opcional) – Em espanhol, francês, inglês, alemão e italiano: 2 €
  • Gratuito às segundas-feiras.

Localização

Paseo Cristóbal Colón, s/n. 41001, Sevilla.

Telefone de Contato: +34 954 22 24 19

Como Chegar: Nós estávamos no Arquivo das Índias, fomos caminhando e parando em alguns bares porque o calor estava tenso. Mas, além das opções de Táxi e Uber, você pode ir de ônibus e metrô. 

  • Ônibus: Linhas 03, 21, 40, 41, A2, C4, C5 e EA.
  • Metrô: Linha 1 – Estação de Puerta de Jerez

Passeio de barco pelo Rio Guadalquivir

Os famosos “Cruceros Torre del Oro” são uma ótima opção para quem curte passeio de barco. O Rio Guadalquivir é o maior rio da Andaluzia e quinto maior de toda a Península Ibérica, com seus 657 km de comprimento, é considerado uma das preciosidades de Sevilha. 

O passeio que fizemos saiu do ponto onde fica a Torre do Ouro, percorreu o rio até o Club Náutico onde fez o primeiro contorno e seguiu até a Ponte da Barqueta, dali retornou ao ponto de partida. Durante o trajeto um guia foi nos explicando tudo sobre os lugares, me chamou atenção as docas de onde saíam as embarcações de Cristóvão Colombo em direção à América. O trajeto dura cerca de 1 hora, na época pagamos 18 € por pessoa. (maio de 2019).

Parque María Luisa visto pelo rio Guadalquivir
Parque María Luisa visto pelo rio Guadalquivir

A empresa Cruceros Torre del Oro há mais de 30 anos oferece seus serviços e hoje em dia há várias opções de passeios. Por exemplo, tem os passeios temáticos com apresentações tanto para adultos quanto infantis. Tem passeios noturnos e além disso, tem a opção de fazer o trajeto até Salúncar de Barrameda, um município de Cádis que fica à 100,7 km de Sevilha. 

Cruceros Torre del Oro
Passeio pelo rio Guadalquivir

Enfim, foi um passeio bem agradável onde pude observar e fotografar os monumentos e lugares de Sevilha de outro ângulo e acabei aprendendo um pouco mais sobre a cidade com as informações que o guia nos passou.

Para você que não curte passeios de barco, vale a pena percorrer as margens do Guadalquivir a pé. Com certeza vai encontrar muitos pontos interessantes da cidade. 

Las Setas de Sevilla

Os famosos “Cogumelos de Sevilha” também conhecidos como Metropol Parasol formam a maior estrutura de madeira do mundo. Esse monumento foi idealizado para melhorar a situação precária em que os comerciantes de Sevilha estavam trabalhando e para renovar a Praça da Encarnação.

Realmente esse não é um dos pontos turísticos de Sevilha mais conhecidos, mas eu amei o lugar e achei super diferente. Acho bom sair do comum de vez em quando e como foi uma boa experiência, estou indicando.

Las Setas de Sevilla vistas de baixo, da Praça da Encarnação

Um projeto do arquiteto alemão Jürgen Mayer que foi aprovado em 2004, iniciou sua construção em 2006 e teve três inaugurações: dezembro de 2010 – inaugurou o mercado; março de 2011 – Plaza Mayor e Museu Antiquarium e em maio de 2011 – as passarelas e o Mirante foram finalmente inaugurados. 

Ao todo as Setas de Sevilla são divididas em 5 níveis:

  • 1º nível (subsolo) – Ficam o Museu Antiquarium (com restos arqueológicos do período romano), a loja oficial Shop Setas de Sevilla (com belos souvenirs) e os elevadores que dão acesso aos demais andares;
  • 2º nível – Mercado de la Encarnación e restaurantes;
  • 3º nível – Plaza Mayor, uma área de convivência com vistas bem lindas;
  • 4º nível – Um bar, uma área de eventos e o acesso ao início dos 250 metros de passarela que começam em 22m de altura e vão serpenteando até aos 28,5 m de altura do mirante;
  • 5º nível – Mirante 360com 28,5m de altura e vistas privilegiadas da cidade.
Las Setas de Sevilla
Passarelas e vistas do Mirante das Setas de Sevilla

Visitação

Mirante – De segunda a domingo, de 9h30 às 22h30

  • Valor da entrada: 5 €
  • Telefone de Contato: +34 606 635 214

Antiquarium – Funciona de terça à sábado, de 10h às 20h / Domingos e feriados de 10h às 14h

  • Valor da entrada: 2 €
  • Telefone de Contato: +34 955 471 431

Localização

Plaza de la Encarnación, s/n

Como chegar:

  • Ônibus: Linhas 27 e 32
  • Metrô: T1 (Parada Plaza Nueva)

Espetáculo de Flamenco – Sim, um dos “pontos turísticos” de Sevilha

Já adianto que ir em Sevilha e não assistir ao menos a um dos emocionantes espetáculos de flamenco é o mesmo que não ir à Sevilha! 

O flamenco é um estilo de dança e música tipicamente espanhol que se originou na Andaluzia no séc. XVIII e em 2010 foi declarado Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade pela UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e a Cultura). Por esse motivo está na lista de pontos turísticos de Sevilha, ok?!

La Casa del Flamenco

Vou sugerir um local que fomos e amamos: La Casa Del Flamenco, simplesmente sensacional! Bom, eu sou suspeita porque curto assistir espetáculos de danças, mas o Rafa não gosta muito, porém aceitou ir comigo por ser algo tradicional da Espanha e a região da Andaluzia ser considerada o berço dessa arte. Já te adianto que ele saiu de lá realmente impressionado e chegou a se emocionar diversas vezes durante o show. Portanto, viva essa experiência que vale muito a pena! 

Espetáculo em La Casa del Flamenco

O espetáculo que assistimos foi no pátio de uma casa-palácio do séc. XV. Tudo bem tradicional, não teve o pacote “show + jantar caríssimo” para encantar turista. O tablado (palco) ficava no centro e por não ser alto, acaba proporcionando uma proximidade maior com a plateia. Formando um U em volta desse palco haviam duas fileiras de cadeiras. A cada noite há deferentes apresentações, a que fomos se intitulava “Candil Flamenco” realizada pelo casal de dançarinos (bailaores) Luisa Palicio e Alberto Sellés, pelo cantor Miguel Picuo e pelo violinista Juan Torres. Durante o show a dançarina trocou de figurino algumas vezes, cada um mais lindo que o outro, sem contar que ela fez uma apresentação incrível e arrasou no palco. Aliás, todos eles foram de uma entrega tão intensa que nos passava uma emoção indescritível, surreal!

Espetáculo “Candil Flamenco” na Casa del Flamenco em Sevilla

Dicas sobre os shows

O ideal é comprar a entrada com antecedência e chegar ao menos 20 min antes do início para pegar um lugar na primeira fila, fizemos isso e conseguimos um excelente lugar. Na época (maio de 2019) pagamos 18 € por pessoa e o espetáculo durou 1 hora. 

Importante dizer que não é permitido fotografar e nem filmar durante o espetáculo. Porém, ao final eles nos avisam que farão uma pequena apresentação para podermos registrar o momento e liberam o uso de câmeras e celulares.

Barrio de Triana (inclui vários pontos turísticos de Sevilha)

Já sei, você está se perguntando: Desde quando um bairro pode ser um dos pontos turísticos de Sevilha? Sim! Esse bairro histórico tem tantos pontos interessantes que pode ser considerado assim. Segue aí que já vai entender.

Esse bairro é conhecido por ser o lugar dos artistas, toureiros, marinheiros, pescadores e também dos bares de flamenco mais tradicionais de Sevilha. Foi formado inicialmente por legiões romanas que acampavam na beira do rio Guadalquivir e com o tempo os almóadas construíram uma ponte para ligar esse acampamento à cidade, mais tarde essa ponte foi substituída pela atual Ponte de Triana.

Bom, nós não programamos nada em especial para visitar no bairro, apenas passeamos por suas ruas admirando a beleza do lugar, paramos em alguns bares e curtimos o clima incrível de lá. Mas, durante esse passeio vimos coisas que nos chamaram atenção, como:

Ponte de Isabel II ou Puente de Triana

Conhecida popularmente como ponte de Triana, foi construída entre 1845 e 1852 durante o reinado de Isabel II, liga o centro de Sevilla ao bairro de Triana. Famosa também por ser a ponte de ferro mais antiga da Espanha.

O que mais me chamou a atenção foi ver que numa das extremidades da ponte, assim que atravessamos para entrar no bairro de Triana há uma capela bem pequena e charmosa. 

Ponte Isabel II – Ponte de Triana

La Capillita del Carmen

O nome eu só soube depois, Capela da Virgem do Carmo, conhecida como “La Capillita” (a capelinha) devido às suas dimensões reduzidas. Foi construída entre 1924 e 1928 e tem formato cilíndrico com uma pequena cúpula. Além disso está interligada à uma torre onde fica o sino e a entrada de acesso à capela. Achei super fofa, além do tamanho, se destaca por ser revestida de cerâmica.  

La Capillita, um dos menores pontos turísticos de Sevilla
La Capillita

Callejón de la Inquisición

Localizado ao lado do Castelo de São Jorge, um beco estreito com 35 metros de comprimento. No século XV era por esse beco que os prisioneiros que seriam julgados e os que já haviam sido condenados e eram levados à fogueira passavam. Foi o último trajeto realizado por muitos considerados hereges pelo Tribunal da Santa Inquisição. Atravessá-lo me deu uma certa agonia, somente por ter lido o nome e imaginado o que poderia ter acontecido ali, depois que pesquisei sobre o lugar e me dei conta de sua importância histórica e da tristeza que ele representa. O nível de crueldade que o ser humano pode chegar é mesmo assustador.

Cajellón de la Inquisición – Beco da Inquisição

Castillo de San Jorge (Castelo de São Jorge)

Estava fechado quando passamos, mas é uma visita que eu gostaria de ter feito. Trata-se de um antigo Castelo que ficou por anos abandonado, tendo muitas partes destruídas e em 1481 passou a ser sede do Tribunal da Santa Inquisição.  Após 1785 foi doado à cidade e acabaram demolindo algumas partes e sobre suas ruinas construíram casas, o Mercado de Triana e o que restou do castelo atualmente abriga uma exposição sobre a época sombria da Inquisição.

Monumento aos Ceramistas e ao Cantores de Flamenco

Esse pequeno monumento me encantou, nele há vários azulejos coloridos e outros com versos de canções flamencas, muitas sobre o bairro. 

Em cima tem uma estátua de um menino com um azulejo na mão e um forno atrás, simbolizando o trabalho artesão dos ceramistas. O monumento foi inaugurado em 2008 e essa homenagem foi feita porque era em Triana que se fabricavam as cerâmicas de melhor qualidade e de onde saíram os melhores cantores de flamenco.

Monumentos aos Ceramistas e aos Cantores de Flamenco em Triana
Viaje Conectado

O que mais ver em Triana de pontos turísticos de Sevilha

Não conheci esses lugares, mas me parecem interessantes e vale a pena pesquisar sobre eles: Centro de Cerâmica de Triana, Mercado de Triana, Pátio das Flores, Capilla de los Marineros, Basílica do Patrocínio, Casa das Colunas, Real Paróquia de Santa Ana e se você curte cerâmicas, vá a Calle Alfarería, lá encontrará várias lojas tradicionais e históricas com belas peças em cerâmica.

Quais outros pontos turísticos de Sevilha visitar

Como eu disse no início desse post, há vários outros pontos turísticos em Sevilha que valem a pena serem visitados. Mas como o propósito aqui era indicar os 10 que mais me encantaram, outros tão interessantes quanto acabaram ficando de fora. Mas, vou citá-los só para ver que tem bastante coisas para se fazer na capital andaluza.

  • Arquivo Geral das Indias (prédio ao lado da catedral)
  • Plaza de Toros
  • Casa de Pilatos
  • Palácio de Los Marqueses de La Algaba (Arquitetura Mudejar civil)
  • Plaza del Cabildo (com colunas de Mármore)
  • Passear pelo Bairro Santa Cruz (antigo bairro judeu)
  • Museu de Baile Flamenco
  • Aquario de Sevilla
  • Palácio de San Telmo

E você conhece mais alguns pontos turísticos em Sevilha para nos indicar? Compartilha com a gente e deixe aí nos comentários o que achou das minhas sugestões.

Seguros Promo

Blogagem Coletiva

Esse post faz parte da blogagem coletiva do grupo Crescendo Juntos, cujo tema é “10 Pontos turísticos de… “. Veja os posts dos outros participantes, tem muita coisa boa e muitas dicas de lugares interessantes pelo mundo!

Seguros Promo

32 thoughts on “10 Pontos turísticos de Sevilha – conheça e se encante com a capital da Andaluzia

  1. Que roteiro maravilhoso por Sevilha! Só me deu mais vontade de conhecer, está super completo! A arquitetura, as cores, a cultura e história desse lugar são incríveis!

    1. Obrigada! Que bom que gostou, Sevilha é uma cidade encantadora, tenho certeza que você vai gostar quando for. 🥰

  2. Sevilha a cidade que ando há anos para conhecer. Vou deixando de um ano para o outro e nunca é. Mas depois de ler o seu post e ver os 10 pontos turísticos de Sevilha por si escolhidos, acho que não vou deixar passar de este ano.

    1. Ah! Que bom saber, vá sim que é uma cidade encantadora e cheia de lugares interessantes, você não vai se arrepender. 🥰

  3. Adorei este post sobre a capital da Andaluzia. Os 10 pontos turísticos de Sevilla são maravilhosos. Não vejo a hora de conhecer também.

    1. Que bom que gostou, quanto ao calor. Sugiro não ir no verão, nós fomos quase no final da primavera e já estava bem quente mesmo. Outono e início da primavera as temperaturas são mais amenas e os parques ficam lindos! 🥰

  4. Adoro visitar lugares onde podemos perceber os detalhes da história, Sevilha com certeza é um lugar assim. Cada atrativo incrível, estou encantada.

    1. Sim, essa região da Espanha é mesmo espetacular. Espero voltar em breve para conhecer mais cidades por lá! 🥰

  5. Fantástica sua lista de pontos turísticos de Sevilha! Quero muito conhecer essa cidade e já salvei seu post pra me ajudar no planejamento da minha viagem! Obrigada por compartilhar tanta coisa bacana!

    1. Obrigada pela gentileza, fico feliz que tenha gostado. Tenho certeza que você também vai se encantar por Sevilha! 🥰

    1. Haha! Se tiver tempo e oportunidade, vale mesmo a pena ficar vários dias pela Andaluzia. Muitos lugares lindos e incríveis por lá! 🥰

    1. Que bom Izabela, fico feliz que tenha gostado. Com certeza você também vai gostar de conhecer Sevilha!🥰😘

    1. São mesmo os dois pontos turísticos mais top de Sevilha, concordo com você. Que bom que gostou das sugestões! 🥰😘

  6. Sevilha é uma cidade fabulosa, assim como toda a Andaluzia! Adorei ler sobre seus 10 pontos turísticos de Sevilha e relembrar minha ida a essa incrível região.

    1. Realmente a Andaluzia é incrível e cheia de belos lugares, não vejo a hora de voltar e conhecer mais cidades dessa região.🥰

    1. Que bom saber que gostaram, fico feliz! Tenho certeza que vão se encantar por Sevilha como eu me encantei. ☺️

  7. Nossa, adorei a sua sugestão dos 10 melhores pontos turísticos de Sevilha. Eu amo a Espanha e já estou me planejando para voltar. Vou salvar suas dicas, obrigada por compartilhar. Estou me programando para conhecer essa região e vou seguir suas recomendações. Estou adorando acompanhar o blog. Beijinhos

    1. Obrigada Elizabeth! Espero que o post te ajude com sua viagem, há muitos lugares lindos em Sevilha que valem a pena serem visitados. A cidade é mesmo encantadora e cheia de história. Você com certeza vai amar!🥰😘

  8. Quero mto conhecer esse parte da Espalha. sevilha, ronda, .. na vdd toda a Andaluzia deve ter mto canto lindo pra ir.. alias, adorei esses azulejos! hahaha mto legal =DDD

    1. Sim, a região da Andaluzia tem lugares belíssimos. Também quero conhecer Ronda e outras cidades por lá. Me encantei com esses azulejos também!☺️

  9. Quantos lugares lindos em Sevilha! Fiquei morrendo de vontade de conhecer e já vou deixar seu post salvo aqui! Está bem detalhado. Não vejo a hora de isso tudo passar pra poder viajar de novo 🙂

    1. Obrigada Joyce, espero que o post te ajude em seu roteiro. Também não vejo a hora de tudo isso passar, daqui a pouco você poderá conhecer Sevilla e se encantará por essa bela cidade. 🥰😘

    1. Fico feliz que tenha gostado Luiz, também pretendo voltar em Sevilha. Uma das cidades que mais me encantou aqui na Espanha. 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *